sexta-feira, novembro 03, 2006

Arroz com feijão

Arroz com feijão é a base alimentar do brasileiro. Nenhum brasileiro em sã consciência dispensa esse prato e, se vai morar em outro país, fica doido se por lá perguntam a ele: "o que é feijão? Se come?"

Se formos analisar, o arroz com o feijão é a cara do Brasil. Uma mistura. O branco com o negro, que resulta em algo mulatinho... Embora maioria no Brasil, os ditos "pardos" são os que detêm, geralmente, menor poder aquisitivo. Ao que parece, dita a regra que a renda é inversamente proporcional à cor da pele, com raras excessões. Na tentativa de minimizar esse abismo entre ricos e pobres foi criado há uns anos o famoso e controverso "sistema de cotas" em várias universidades públicas. Uma porcentagem das vagas seria destinada a candidatos afro-descendentes e índios. Aparentemente uma atitude louvável, porém de resultados de difícil previsão. Duas pequenas parcelas da população correm um risco com isso. O pardo-rico corre o risco de se dar bem! O galeguinho-pobre corre o risco de continuar pobre.

Recentemente me falaram sobre um concurso para o Instituto Rio Branco. Fui ver o edital. Tratava-se de uma bolsa-estudo, visando incentivar o ingresso de afro-descendentes (negros) na disputadíssima carreira diplomática. A matéria das provas foi levemente reduzida e a parte de história internacional caiu por completo (por que isso não me espantou???). Porém, o rapaz que não sabe o que foi a "queda da Bastilha" deve saber falar ingês, ainda que para fins classificatórios. Não me lembro de ter conhecido diplomatas brasileiros que sejam afro-descendentes diretos. Acho que os mais célebres foram o Fernando Henrique, que se dizia mulato e Vinicius de Morais, o "branco mais preto do Brasil".

Embora esperasse em um futuro próximo um concurso para o Instituto Rio Branco com vagas destinadas a afro-descendentes, essa "bolsa exclusiva" me pegou de surpresa. Duas perguntas me vêm em mente. Um índio-descendente, pode ser considerado afro-descendente e participar? Na Inglaterra, tivemos recentemente o nascimento de gêmeos bem diferentes; a saber um mulato e um branco. Se us sujeito que se pareça com o Kurt Cobain tiver um irmão gêmeo com a cara do Lenny Kravitz, os dois podem concorer?

2 comentários:

Clariana Moreira disse...

Cronista vc hein? Muito bom me senti lendo algo como Rubem Braga. Parabéns! Visitarei mais vezes.

Dom Rafa disse...

Obrigado pelo elogio. Fico feliz pela sua visita! ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...