segunda-feira, fevereiro 19, 2007

Querido inverno.

Por vezes, sou acometido por crises de não-criatividade. Torno-me totalmente improdutivo. O blog para. Na falta do novo, vem o velho. O vale a pena ler de novo.
Por que não resgatar um velho texto de 2004? Enjoy!

DEAR WINTER... =/

Para aqueles que não me conhecem, eu moro no Canadá. País dos castores, do mapple leaf, do hockey e da neve. É disso que eu vou falar. A neve. Muito brasileiro ouve neve e pensa logo na coisa branquinha, fofinha, no Natal... Sei lá... E quer ver a neve! Quer brincar na neve. A neve se torna um sonho de consumo. Um verdadeiro objetivo de vida! O carinha pode até morrer após ver a neve. Ele morrerá feliz.

Então vamos à verdade. Eu dividiria a neve em 3 tipos. Os esquimós, ou INUITS como devem ser chamados, bem mais observadores e criativos do que eu, têm 40 palavras para designar a NEVE. Me contentarei com apenas 3 mesmo. A primeira, seria a neve que você vê (nas fotos, sabe?). Vê e sonha em estar lá fazendo um boneco de neve ou fazendo bolas pra jogar na namorada. Sinto desapontar, mas bonecos de neve são bem mais dificeis de se fazer do que parecem.... Dependendendo da consistencia da neve, ele simplesmente não fica em pé.

A outra neve é quando você viaja para Montreal no inverno. Neve de turista. Fica 4 dias... Dá tempo de ir no parque, deslizar e até tentar o famoso boneco de neve!! Poxa.... Branquinho, fofinho... Legal!

LEGAL?! Aí é que você se engana!!!

Chegamos a terceira neve, a neve de quem mora na neve! A neve nossa de cada dia, por 5-7 meses. Cai branca... 10 minutos depois está transformada num lamaçal cinza, misturada com terra, químicos, oleo de carro entre outros. Chamam de SLOCHE. Muitas vezes a sloche é composta por água (derretida) e neve boiando por cima, de modo que quando você pisa na neve, seu pé afunda e "...Bordel de merdeeeeeeeeeee!!" você mergulha seu pé tal qual um camarão no molho chinês... Parabéns. Agora o pé agora faz "pletch pletch" numa sopa de rua GELADA dentro do sapato. Mas não para por aí. Tem as tempestades de neve. É tão lindo você sair do cinema e ver que seu carro se transformou no Mont Blanc... Muitas vezes, além de cavar o carro, uma verdadeira busca arqueológica, você tem que cavar a rua para que ele possa sair. Se sair... Além disso, tem o que eles chamam de VERGLAS. É quando está 0,5 graus e chove. Chove muito. E a temperatura cai pra -5 logo em seguida. Toda a água congela. Você se sente no Holiday on Ice. Certa vez, estacionei o carro sem acelerar... Só no embalo. Em volta do carro, havia se formado um verdadeiro "casulo de gelo". Finalmente, antes que eu escreva uma bíblia sobre o tema, tem a combinação exótica NEVE + FRIO. Ontem por exemplo, fez -37. Não dá pra respirar direito. Sua boca racha, a pele seca, e o ar te queima por dentro. A média de -15 graus no inverno faz de Montreal uma das metrópoles mais frias do mundo, na frente de Helsinki, Reykjavik e Moscou.
Agora, se vocês ainda amam a neve, eu não tenho nada com isso. Eu avisei...

Dom Rafa, revoltado com os -37, louco por uma praia brasileira.

(Escrito no blog "Pedra Fundamental",
09/01/2004)

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...