quarta-feira, abril 25, 2007

Os contos

"- Quanto custa esses pão?
- É cinco conto!!!"


Quem nunca ouviu algo parecido? "Conto", que eu vou abreviar a partir de agora como C$, é uma verdadeira moeda paralela, muito usada no Brasil. Alguém já se perguntou de onde vem o Conto?

Diz o folclore popular (modernamente conhecido como lenda urbana) que tudo começou na época colonial, quando o Tiradentes ainda tirava dentes e os bandeirantes descobriam o seio das matas, das colinas e das belas nativas. A Coroa, com impostos cada vez mais pesadaos sobre a colônia (o quinto e similares) fazia com que o dinheiro dos brasileiros estivesse sempre minguado. O ouro extraído, por exemplo, tornava-se irreal, já que as casas de fundição tomariam 1/5 desse para os cofres del-Rei. Surgiu nessa época o Santo do Pau Oco, para esconder o ouro ilegal (os garimpeiros iam para as minas ateus e voltavam católicos fervorosos). O ouro legal, que não era recheio de santo, não era mais que um C$! Você achava 5 kg de ouro e saía com 4! Um absurdo! De revolta com o dinheiro, minado por pesados tributos, os garimpeiros criaram o jargão profissional CONTO, para enfatizar a instabilidade de seus ganhos, cujos valores eram nada mais do que uma lorota.

Mais tarde, a realeza, já no Brasil independente, decidiu adotar o termo como medida de valor. Dez Contos de Réis... O C$ perdeu todo o seu desvalor agregado. Tornou-se uma palavra comum. Não contentes de tirar dos garimpeiros do seu ouro, tiraram também do seu vocabulário.

Um comentário:

Dom Rafa disse...

Para você que achou essa história interessante, saiba que ela não passa de um conto!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...