quinta-feira, julho 05, 2007

Literatura Global

Em 1995, talvez influenciado por Paulo Coelho e pelos "hippies" da escola, eu me interessava muito por ocultismo, esoterismo e essas coisas que abrem o olho da mente para o metafísico. Não adiantou muito pois até hoje o meu olho-metafísico está fechado, diga-se de passagem.

Devido a esse meu interesse, eu conhecia bem as prateleiras da seção "ESOTERISMO" de cada livraria da cidade. Naquele ano notei uma aparição, como que por magia, de livros sobre ciganos e sua cultura. Eram MUITOS livros. Havia para todos os gostos: "Tarot Cigano", "O Horóscopo Cigano", "Magia Cigana" e "Os Habitantes de Atlântida" (são os ciganos, sabiam dessa?!?!?!). Até em banca de jornal eu achava coisas sobre os ciganos; eles me perseguiam.

Na épooca, a Rede Globo transmitia uma novela chamada "Explode Coração". Na trama, os ciganos! Os ciganos da Globo trouxeram a improvável moda da ciganidade e desenterraram o Sidney Magal.

Tempos mais tarde, "Terra Nostra", da mesma emissora, tratava da imigração italiana e despertou um estranho sentimento italiano entre nós. Cheguei a ver outdoors com propagandas em italiano, em plena BRASÍLIA! Hoje, por conta da "Pedra do Reino", a obra de Suassuna encontra-se em destaque, nas prateleiras da frente das melhores livrarias. Antes estava escondida com o restante da literatura nacional menos recente. Para dizer a verdade, eu nem sabia da existência da obra, antes da minissérie.

Dizem que no Brasil, ninguém lê. É verdade. Mas a Rede Globo pode ser a salvação. Que eles continuem adaptando as grandes obras e fazendo estranhas novelas sobre ciganos. Em nome da diversidade cultural, o Domingão semanal que eles me preparam estará perdoado.

Em tempo: ouvi dizer que essa hiostória de o Sidney Magal se apresentar como cigano foi idéia do produtor dele, a saber, o Mago Imortal Paulo Coelho.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...