quarta-feira, dezembro 09, 2009

O Porco e a Maconha.

Mal cheguei do Japão, não sei se já contei aqui, me levaram para uma clínica em Vancouver onde me aplicaram a vacina da gripe normal e da gripe anormal, também chamada de suína. Talvez eu estivesse com a imunidade fraca pela viagem, com horas em contato com o ar condicionado de um avião... Fato é que no dia mesmo da vacina eu já fui dormir com dor de garganta. Na festa de Halloween eu estava com o nariz escorrendo e no dia da maconha a coisa começou a complicar quando uma leve tosse apareceu. Mas ainda nada grave.

Nesse dia, fui com meu pai até a rua West Hastings, onde podem ser encontrados uma série de estabelecimentos "alternativos". No dia em que cheguei a Vancouver, fomos jantar em um restaurante libanês nessa mesma rua. Foi então que vi uma aparente loja de maconha. Fiquei curioso; seria assunto certo para um post aqui. Dias depois, voltamos à rua para visitar a tal loja. Será que eu iria realmente achar a erva para vender?

Entrei na loja. Vender maconha em Vancouver é ilegal. Mas vender o aparato para fumar não. A loja vendioa todo tipo de "cachimbos de água" e ferramentas para pesar, separar e enrolar o fumo. Vendia também revistas sobre o tema, incensos, produtos naturais, camisas e CD fazendo alusão à planta (muita coisa do Bob Marley) e filmes cujo tema central é a maconha (devem ser emocionantes...). a loja era bem grande, com um balcão central e uma passagem pros fundos. Se algo ilícito rolasse por ali, com certeza aconteceria nos "bastidores" e foi pra lá que eu fui. Havia muitos incensos e um pequeno balcão. De uma porta com uma cortina saiu uma moça loira de olhos verdes e dreadlocks. Perguntei a ela se ali vendia maconha. Ela disse que não. "...Mas que com certeza chegará o dia em que a venda será legalizada. Aí a loja vai vender". Deve ter visto em mim um comprador em potencial. Pra não parecer careta, respondi "Ah sim... Vamos torcer para que esse dia chegue logo." A vendedora comentou também que a fiscalização proíbe até que acendam incensos nas lojas. Mas que ela acende assim mesmo, quando os caras viram as costas. Espero que a polícia montada não leia isso.

Não muito longe da maconha, está a igreja da cientologia. Deve acolher os usuários que se arrependeram e querem tomar outro rumo na vida. Mas essa eu não cheguei a visitar. Vai que eu encontro o saltitante Tom Cruise lá dentro...

loja da maconha
Complexo da maconha...

loja da maconha cannabis culture
Tem a loja...

loja da maconha em vancouver
...e um café de nome sugestivo com uma decoração estranha. Visitarei em outra ocasião.

vitrine alternativa
Pros que se perguntam como é a vitrine de uma loja de maconha.

igreja de cientologia
Junte-se a nós!!!

Um comentário:

Escarlate disse...

Quanta ironia (pra não dizer hipocrisia mesmo)! Um lugar que só de entrar já "dá a liga" e a droga mesmo é proibida...
Muito boa a postagem, rapaz! Adoro ler suas aventuras:)
beijinhos escarlates!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...