sexta-feira, setembro 10, 2010

Copa do Brasil

Eu era contra.

Mas aí, após todo o esforço da sociedade, da "torcida" brasileira, eu amoleci e agora sou apenas semi-contra. Bom... O Brasil foi escolhido como sede da copa de 2014, então não adianta nem mais ser semi-contra - me dirão alguns, mas fico receoso sobre o modo de como as coisas estão sendo feitas. Tomarei para exemplo "do contra" Brasília, cidade que conheço bem. E falarei também das localidades que me parecem óbvias para uma Copa do Mundo.

Vamos começar pelas cidades-sede. Delas, conheço o Rio de Janeiro e Brasília. Posso afirmar que o Rio de Janeiro tem um transporte público bastante eficiente e em constante evolução. Quem se desloca entre o Centro, a Zona Norte e a Zona Sul está bem servido. Copa do mundo pressupõe: infra-estrutura turística (transporte, hotéis,...) e Estádios. Não duvido que as cidades escolhidas, todas elas, se ainda não têm esses "ingredientes", estarão preparadas para tanto em 2014. O problema surge no pós-Copa. Os novos Estádios, por exemplo, terão manutenção cara. Por isso, acho que a Copa deveria ser realizada apenas nos Estados onde o Futebol é mais forte, a saber: Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. Ali estão os maiores times, as maiores torcidas e algumas das maiores aglomerações urbanas. Brasília, por exemplo, terá um enorme estádio que será inútil após a Copa, já que os dois maiores times da cidade estão em plena decadência. Um verdadeiro monumento ao nada. Ainda em Brasília, embora haja muitos hotéis, estes estão cheirando a mofo e caindo aos pedaços. Vão reformar e construir para a Copa. E depois? Brasília é um pouco como Dubai. Uma cidade bizarra, diferente. Só que sem a pompa Disneylandesca da cidade do Oriente Médio. O movimento turistico aqui é bem fraco, nas férias a cidade fica deserta. Após 2014, o que fazer com toda a infra estrutura turística? As pessoas virão até aqui visitar o Estádio Fantasma? Será?

Uma solução dramática seria demolir os grandes estádios e reconstruir os pequenos, de manutenção mais barata. Mais despesas. E, se bem conheço a administração pública, gastar dinheiro com destruição não é uma medida muito bem aceita. O Brasil, em pleno crescimento econômico, arrisca com essa Copa uma grande estagnação pós 2014. Se todos os bilhões fossem investidos em infra estrutura estaríamos mais bem servidos que tendo esse dinheiro depositados em um evento.

Espero estar bastante errado, mas minha impressão é a de que trocamos progresso por uns meses nos vendo na Globo.

---------------------------------------

Aproveitando o assunto meio futebolístico do POST, queria fazer um pedido ao Presidente Lula, em nome de TODA a Torcida do FLUMINENSE.
Na Copa, vossa Excelência proferiu a seguinte frase profética: "Eu prefiro que a DILMA ganhe as eleições a ver o Brasil campeão nessa Copa." A última parte, vossa Excelência conseguiu.

Eu e o Polvo Paul, achamos que para que tenhas CERTEZA de uma vitória de DILMA, a assertiva merecia ser completada:
"...E digo mais: prefiro ainda que o CURÍNTIA sequer classifique para a Libertadores, mas que DILMA vença no PRIMEIRO TURNO, para não ter dúvidas!!!" 

Saudações Tricolores! 

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...