segunda-feira, setembro 13, 2010

Tratado sobre o MACHO II

O CABRA MACHO
(homo machus virgulinus)

"Se tem pênis, gosta de mulher e come carne seca com farofa; é cabra macho!"
(J. A. Popov)

Por volta de 1935, o estudioso Jürgen Popov esteve na América do Sul para, inicialmente, observar os povos da Amazônia, comer carne de paca e brincar com uma cutia. Gostou muito de sua visita ao Brasil e ficou muito feliz ao receber um macaco prego de lembrança antes de voltar à gélida RossiyaMatushka. O macaco infelizmente não resistiu às rigorosas temperaturas de Moscou. Porém o que mais lhe chamou a atenção na viagem foi o comportamento dos Cabras Machos, que ele conheceu no Sertão Nordestino. Diz a lenda que ele teria até tomado pinga com Lampião e presenteado este com uma autêntica Stolichnaya.Lampião, devoto da pinga, teria dado a Stolichnaya para um bode, cujo bucho ele devoraria em seguida.

O Cabra Macho é uma variedade tipicamente nordestina (embora haja ocorrências em outros lugares do País). Sua principal característica é a aversão à água, a menos que esta seja ardente. Sua cadeia alimentar é composta de carne seca, carne de sol, (quanto mais sal E sol melhor, pra rachar a boca), tapioca, fubá, farofa, buchada de bode e outros alimentos os mais secos possíveis. Geralmente tudo isso é comido junto, uma vez ao dia, do nascer ao pôr do sol. Quando o sol se esvai, Cabras Machos se reúnem em torno de uma fogueira para suar e tomarem pinga-braba. Orgulham-se de sua aparência empoeirada e costumam trajar pesadas vestes de couro, que esquentam sob o sol fazendo com que seus corpos percam líquido rapidamente. Assim, muitos têm um aspecto da própria carne seca que consomem. Levam consigo um facão chamado "Peixeira", mas trata-se de um nome claramente irônico já que vivem em um habitat sem água e, consequentemente, sem peixes. Essa faca é usada para cortar o couro, fatiar as carnes , desmatar a caatinga e amputar a orelha de desafetos. 

O comportamento dos Cabras Machos costuma ser imprevisível e a mistura Peixeira - Pinga - Mulher costuma não render bons frutos por aqui. Lampião e Maria Bonita (Cabra Macho honorário) foram provavelmente os mais famosos expoentes dessa categoria. 

No Sul, há uma categoria semelhante, os homo machus gauderius. Não são avessos à água nem precisam de pinga braba para viver. A carne consumida costuma ser mais suculenta e eles costumam matear com seus semelhantes. Jürgen, o pesquisador russo escreveu extenso trabalho sobre eles, mas Stalin, por engano usou os papéis para fazer uma fogueira em uma visita a um campo de concentração siberiano. Pediu desculpas para Jürgen, que prontamente ofereceu mais tratados científicos para aquecer o Camarada. Tudo pelo Soviet!

Cabras Machos e derivados  famosos:
- Virgulino, o Lampião
- Maria Bonita, a Lampioa
- Corisco
- Pade Ciço
- Sen. Pedro Simon quando bravo (palpite meu)

Lampiao decapitado
Cabras Machos: só podem ser derrotados por decapitação, por armas mágicas +1. Após a foto, a cabeça de Lampião pediu uma porção de carne seca com pinga.

Um comentário:

deo, a terrível. disse...

Huahuahua!
Tenho que dizer que esse tratado é muito bom, Rafa! To aprendendo um monte sobre as categorias de machos. ;)
Uma pena a perda das pesquisas sobre o homo machus gauderius...

"D

Besos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...