sexta-feira, julho 08, 2011

Eu sou um porco

Vou confessar uma coisa aqui: eu não uso fio dental. Nem a roupa íntima e nem o fio dental dental mesmo. Em tempo: na Europa, já vi, infelizmente, a cena dos infernos de um homem com sua família (não era gay, eu imagino) numa praia. Sua esposa tirou a parte de cima do biquini para fazer um tradicional topless (comum por lá; até velha faz) e, enquanto eu, adolescente de 12 anos observava de longe os seios femininos, eis que o maridão se mete na frente e baixa a sunga, exibindo um fio dental preto, tapando o pipi, mas ideal para bronzear a bundinha. Cara... Isso era vanguarda demais para os meus olhos... Mas Borat ficaria orgulhoso!

Voltando ao meu fio dental dental, eu não uso simplesmente porque não consigo usar. Boca de abertura pequena, dentes extremamente colados uns nos outros... Eu nem peço hamburguer grande justamente por isso: não consigo comer! Se o hamburger não vai, imagine mãos cheias de dedos manipulando um fiapo Colgate.

usando o fio dental
Faz dodói...

Minha mãe implica com isso. Principalmente quando no dia seguinte eu tenho dentista (e hoje eu tenho). Logo, sessão de fio dental à noite. Primeiro, eu acho que eu nem sei enrolar o dito fio no dedo. Ele fica roxo e a sensação é de que ele vai ser cortado em dois e cair. Segundo, eu não devo saber como manipular dedo e fio lá dentro, porque faço uma força hercúlea pro bicho entrar entre certos dentes, principalmente os de trás. O resultado é evidente. O fio parte em três. Um fica do dedo esquero, outro no direito e um terceiro fio bobo fica ali, alojado entre os dentes.

gangrena nos dedos
 Dizem que seu dedo pode apodrecer com isso! Não tente fazer em casa.

Pânico. Terei de usar um outro fio dental pra tirar o fio dental. Nada. O fio dental está bloqueando a entrada do outro fio. Tento uma pinça, sem sucesso (me imaginem com uma pinça na boca; é muito tosco para desenhar). Estou falando sério. Após várias tentativas frustradas, uma boca arregaçada com hematomas nas extremidades- me deixando com aparência de vítima de herpes- eu enfim tirei o fio d'entre os dentes. Deve ter tomado bem uns 10 minutos da minha vida.

Murphy dental adoraria ver isso.

Dentistas, sejam compreensivos. Eu NÃO fui feito pra fio dental.

4 comentários:

Rayanna Werneck disse...

Incrivel, tenho o mesmo problema, e o pior, quando o fio não fica preso acabo com a gengiva toda sangrando... não dá. Ainda bem que alguém me compreende.

Clarissa disse...

Argghhhhh a coisa deve estar feia entre os dentes! O dentista não te dá pito?

Flávia Escarlate disse...

Murphy dental? Huahuauahuahua!
Eu não costumo ter problemas com fio dental. O meu único incômodo é ter que andar com um na bolsa p/usar após "refeições de rua". Imaginem num restaurante, eu usando fio dental e outras mulheres entrando no banheiro? E o cachorro quente da esquina, entre um programa e outro? E no trabalho, com a vida corrida?
O resultado é eu acabar usando mais em casa o fiozinho. Mas quando ao uso em si, nada contra. Ou sou bocuda :x
ou tenho jeito pra coisa. :P
Beijos, Rafa! Adoro esse blog porque aqui encontro situações simples do cotidiano, que - apesar de importantes - ninguém fala. Coisas que nunca encontraria em outro lugar. Ah! E desenhos auto-explicativos que ajudam na compreensão dos fatos..rs
Beijos, Rafa!

Dom Rafa disse...

É, gente... Fio dental é raridade na minha vida.
@Rayanna: ...Ou seja, compreendo totalmente e sou solidário à sua situação. OUCH! (e bem vinda por aqui!)
@Clarissa: Se você fosse minha dentista, certamente iria empombar...
@Scarlet Flavia: É. Acho que se eu peco pela parcimônia, você peca pelo excesso. Tipo... Fio dental após a comida de rua?? Fico imaginando cabôco tomando coca cola, guaraná e você bochechando Listerine... Mas obrigado pelas visitas! Sempre uma honra vc por aqui ;)

BEIJOS!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...