quinta-feira, outubro 20, 2011

Me segue que eu te sigo

Virou moda na Internet. Está em vigência a lei da reciprocidade. E aqui vai, de certa forma, meu manifesto. Não, eu não tenho ódio mortal dos adeptos da prática. Mas... Que enche o santíssimo saco; isso enche!

Explico: nos blogs, já me avisaram: "você tem que comentar e seguir meio mundo para ganhar seguidores". Acho justo; desde que não haja insistência para "seguir". Blog não é lá algo muito fácil de divulgar e, acredito, pouca gente se interessa a não ser que a pessoa também tenha um blog ou que o seu tratre de tema específico ou fale da sua vida. Ah! Mesmo que você seja um total desconhecido, vão querer saber se você brigou com namorado, se a gostosa do trabalho te deu mole e outras coisas teoricamente "privadas". O meu não tem muito disso; não fala da minha vida e certamente não tem tema específico (mas tem uns desenhos legais de vez em quando).

Agora... O comenta no meu - comento no teu way of life acaba de ganhar seu lugar no Olimpo com o Twitter. Pros 2% que lêem isso aqui e não sabem o que é twitter, usando "@ + nome" você "fala" com alguem. Usando "# + qualquer coisa" você entra numa discussão sobre o assunto, falando, assim, com uma penca de gente.

No início, havia o "#FF", chamado de Follow Friday. Sexta feira, você indicava alguém através do "Follow Friday". Exemplo: "O Twittingrafa é massa! Vou indicar pra todo mundo! #FF @Twittingrafa". Hoje... A coisa está realmente ASSUSTADORA!!! Eu entro na minha conta e tem um flood de mensagens com gente implorando pra ser seguida, repassando mensagens de desconhecidos que também querem ser seguidos e afirmando que "me segue e eu sigo de volta e ainda indico pros outros, pago 10000 reais e ainda faço sexo!!" Gente que quer apenas ter um número alto aparecendo no status, a troco de nada. Você vai seguir 5000 pessoas? Não vai. Dessas, você deve conhecer umas 50 e nem vai ver o que elas dizem. Do the fucking math. Das 1000 que te seguem, você também conhecerá umas 50 e os outros 950 não estão nem aí pra quem você é ou pro que você diz.

Eu não sigo por volume. Sigo APENAS se tiver motivos para tanto. Se você me seguir, ótimo, será bem vindo e estará livre do nome na macumba. Mas não se sinta ofendido se eu não seguir de volta. E a recíproca é verdadeira... Se alguém vier com indicações e apelos uma vez ou outra, eu não ligo. Acho até legal; já fiz isso umas vezes. Agora, infelizmente, já deixei de seguir muitos perfis que eu achava interessantes por causa dos floods mendigando seguidor e dos ReTweets desenfreados poluíndo minha página...

Favor dar RT se concordaram.

seguindo no twitter
#SEGUESEGUESEGUESEGUESEGUESEGUESEGUESEGUESEGUE

* Não quis entrar no mérito dos "bots" pra não prolongar o post.

4 comentários:

Deo a Terrível disse...

RT!!
E aquela época (parece séculos atrás), em que a galera se matava pra chegar aos mil 'amigos' no falecido Orkut...
tsc, tsc, tsc...

Besos, Rafa!
"D

Flávia Escarlate disse...

Uma de minhas maiores indignações no twitter. Quase desisti dele por isso. As pessoas ainda não tem ideia do que são e para que servem algumas ferramentas da internet e ficam se 'encantando' com bobagens referentes a elas: como o número de seguidores no twitter, amigos no orkut, visitações no youtube. Tá certo que alguns ficam "famosos" por causa da internet. Mas convenhamos: a maioria fez algo merecedor de algum destaque - ainda que negativo, correto? Chamou a atenção de um grande número de pessoas. Mas só. Se não tiver talento envolvido ou algo que valha a pena continuar divulgando, vai virar a banda mais bonita do mês, da semana, do dia... que dia mesmo? Quem eram mesmo? :o
PS: Nada contra a banda que usei pra fazer o trocadilho - muito pelo contrário, achei incrível o que fizeram. Só não resisti a piadinha infame...rs
Beijos, Rafa! :*

Dom Rafa disse...

Podem me dar RT pra ver se consigo mais seguidores e, um dia, domino o mundo.
Flavia, sua banda durou tão pouco que eu só prestei atenção no "que dia mesmo?"
Eu fiz uma limpa no twitter, parei de seguir uma penca de gente q escrevia demais...
Menos rabugento, agora. :)

Beijos!

Tsuri disse...

DOM RAFA, tenho de concordar, completamente. Aliás, adoro saber que mais gente pense desta forma. Eu odeio massas, odeio que toda a gente siga uma onda, como uma manada, sem personalidade. Absurdo é o que é. Mas isto sou eu, uma mera opinião.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...