segunda-feira, abril 23, 2012

Espelho, espelho meu

Já havia visto isso na época das máquinas-de-filme. Porém, nessa época, as fotos deviam ser muito bem escolhidas e muito bem calculadas. Não era barato brincar com um filme KODAK ISO 400 e revelar tudo, pra depois passar no scanner e mandar pros miguxos no ICQ. Em 2000 e... 1 ou 2 mais ou menos, começaram a pipocar no mercado as máquinas digitais. No início, tinham, um preço astronômico. Por conta de pão durice contenção de gastos, comprei uma não digital abarrotada de funções, em detrimento da modernidade. Os preços astronômicos logo baixaram e eu me vi com um elefante branco recém adquirido nas mãos. Meu consolo: algum tempo depois, minha mãe comprou uma digital de 4 megapixels. As fotos da minha eram melhores.
"GREAT SUCCESS!" (Sagdiyev, BORAT, Brilliant Quotations for America in General and Pamela in Private-Wowowiwa , Astana, Ed. Baklava, 2006, p. 1398)
Mais ou menos nessa época, surgiram Fotologs, Orkut, Hi5! (Sagdiyev, BORAT...), Gazzag entre outros meios de divulgar suas fotos Internet adentro. Nesse momento, acredito que por uma estranha obrigação de TER que publicar qualquer coisa, tomou força uma modalidade até então meio obscura: a FOTO NO ESPELHO DO BANHEIRO. Muitas vezes com alguém fazendo suas necessidades no background. Era prático. Com a ajuda da tela da câmera e do reflexo do espelho, era só você se ajeitar, fazer pose de última Coca-Cola do deserto, clicar e mandar pro Orkut. Mas não era bem o que acontecia. Explico a seguir o que eu chamo de: 

FATOR ESPELHO MÁGICO

Este sou eu me olhando no espelho, após estar bem arrumado e, principalmente, perfumado. Na imagem não dá pra ver, mas eu estou segurando uma máquina fotográfica, prestes a tirar a foto mais sedutora do mundo.

Ze mayer
Nível de As Mina Pira: ZEUS 
(Zé Mayer + barba - max level)

Aí eu aponto a minha INSTRAGAM SUPER VINTAGE 3.0® pro espelho, onde ZEUS está aparecendo e capturo o momento de inexplicável beleza. E a maldita INSTRAGAM, em sua infelicidade e incompetência fotográfica me aparece com algo semelhante a isto:

Tentando ser o ze mayer
Nível de As Mina Pira: AS MINA NÃO PIRA
(Nem a mãe pira)

Não adianta a máquina ter um brasilhão de megapixels. A foto na tela sairá pior do que a imagem refletida no espelho na gigantesca maioria das vezes (a não ser que você seja a Natalie Portman), gerando insatisfação garantida, com possíveis efeitos catastróficos na auto-estima do indivíduo.Obviamente, após várias tentativas, consegue-se uma melhorzinha.

as mina pira no ze mayer
 Nível de As Mina Pira: NÃO SEI. PIRA?
(Ah... Vá lá! Pira sim, que eu sei!!!)

Meu conselho: AUTOFOTOS. Aponte a câmera para a sua cara e tire a foto. Sem espelhos por perto. Costuma funcionar melhor. Quase ZEUS. As mina quase pira...

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...