segunda-feira, agosto 13, 2012

A Praia do Forno

Pelo que me dizem, Búzios é uma cidade que, no verão, vira um ímã de argentinos, assim como Miami vira um ímã de brasileiros. Eu não sei, porque há milênios eu não vou pra lá. Das vezes que eu fui, não vi nada demais nas praias. Pelo que eu ouço dizer hoje, não são estas o atrativo local mas sim "gente bonita e vida noturna agitada". Tipo uma Ibiza.

Mais ao sul, temos Cabo Frio. Vejo como um meio-termo entre o lazer frenético de Búzios e a calmaria esperada de uma pequena cidade litorânea, posto que, na minha infância, cabia a Arraial do Cabo - na época, se bem me lembro, apenas um distrito de Cabo Frio.

Arraial do Cabo era, apesar de menos procurada, um destino obrigatório da minha família. Não tinha muita gente morando lá e os turistas que apareciam (pra mim eram bastantes e O bastante) vinham muitas vezes das outras duas cidades já mencionadas. No local onde eu ficava, a rua não era asfaltada e um porco preto e gordo passeava por ali, alimentando-se em um terreno baldio cheio de lixo, não muito distante.

Há mais ou menos 17 anos, eu não vou à Arral do Cabo. Mais da metade da minha vida.

Hoje, pelo que me dizem, "A cidade está ótima! Cresceu, tem bons restaurantes, tem sushi e temaki no calçadão da praia (Prainha - a mesma que eu frequentava, sob o olhar do porco), tudo está asfaltado... Está uma beleza! Está tão grande, que o morro tem até favela!!" Sinceramente, eu não vejo que "beleza" tem nisso aí. Que beleza é essa que, no verão, enche de "farofeiro"? Aqueles turistas brasileiros que ouvem musica, falam alto e largam lata de Skol e canudo de côco pela praia? Na minha época, dava pra ir à praia em dezembro sem ter que brigar por lugar - hoje já não dá mais. E toda essa minha história dramática para chegar à Praia do Forno...

Ali, era a praia cuja estrada de acesso havia sido dinamitada. Você ainda podia ir, por uma trilha longa e perigosa ou de barco. Mas ninguém se dava muito ao trabalho. Fui lá duas vezes com meus pais, para encontrar uma praia totalmente deserta de vida humana. Tranquilo para pescar, e mergulhar em volta de uma embarcação semi-afundada perto da margem. Outro dia vi essa foto mais atual, da deserta Praia do Forno e perdi as esperanças na humanidade.*

praia do forno arraial do cabo
Primeira e única coisa que me veio em mente: "FUDEU!!" 

 Que me perdoem os que gostam de animação, mas praia boa é praia deserta. Pra mim, uma cidade que tem praias desse calibre, ter crescido não é "uma beleza", mas praticamente um pesadelo. Meu único consolo é a Praia do Farol, controlada pela Marinha e com acesso restrito. Bem que ela poderia controlar mais uma ou duas na região, dessas que você só chega de barco...

* Pelas pequisas que eu fiz, essa foto é MESMO da Praia do Forno, esmagada entre o mato e o mar, mas acredito que seja durante alguma festividade.

2 comentários:

Clarissa disse...

Gosto de praia deserta também, mas há crescimentos e crescimentos. Eu não conheço Arraial do Cabo, não opino lá. Mas tem cidades que crescem, tem uma estrutura turística boa e não vira uma bosta. Isso depende da prefeitura do local, Agora não ter favela, não tem como impedir! o povo não tem onde morar vai pro morro :(
beijos

Dom Rafa disse...

Exatamente isso. Deviam ter mais cuidado... Já fui a tanta cidade por aí que tem praia boa e não virou entulho de gente... Algumas praias não deviam ter mais que uma cidade calma de pescadores e uma pousada nas redondezas. No máximo, um resort. =D #KeepDreaming

Bjs!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...