segunda-feira, novembro 26, 2012

Cumé? FULECO??

Prooooooooonto. Foi escolhido o terrível nome do mascote da Copa do Brasil. O infeliz Tatu-Bola será chamado de Fuleco. E, pra piorar sua situação, aparece segurando uma "Brazuca". O nome da bola já era controverso, escolhido dentre as opções "Bossa Nova", "Carnavalesca" e "Brazuca". "Gorduchinha", que seria bem mais simbólico (era uma homenagem a um locutor) e ainda soaria mais carinhoso nem foi cogitado. Exceto pela legião de simpatizantes, da qual eu fazia parte.
bola da copa brazuca
 Ripa na chulipa... Pimba na Gorduchinha.... Só que não.

O Tatu-Bola foi mais grave. Tiveram a idéia de misturar umas palavras politicamente corretas do bem, e ver no que que ia dar. Assim, tivemos que escolher entre "Amijubi" (amizade + júbilo), "Zuzeco" (azul + ecologia) e "Fuleco",o nome vencedor (futebol + ecologia). Sinceramente... O que esses caras andaram fumando? Será que alguém REALMENTE vai pensar em ecologia e futebol ao ouvirem "FULECO"? 

mascote da copa fuleco
Nada de jogar papel no chão durante a Copa, hein? Ou então Fuleco vai te pegar! Herp Derp

Além do mais... "Brazuca" é tipo "Portuga", "Japona", "China". Muita gente vê isso como uma palavra pejorativa. Quanto ao Fuleco, a terminação ~eco(a) e similares, são palavras que remetem a meleca, peteleco, jornaleco, cacareco, furreco, meteco, TIMECO... Nada de muito empolgante. No quesito "sonoro", Amijubi seria a única saída honrosa para o nosso Tatu.

Eu fico com "Gorduchinha" e "Tatu-Bola" mesmo. Além do mais, aos que querem ecologia, vale lembrar que os simpáticos Tatus estão ameaçado de extinção. Os Fulecos não.

homem cafona
Uma imagem zuzeca.

terça-feira, novembro 13, 2012

Kopi Luwak

"Café de Civeta", em indonésio.

Uma das bebidas mais populares no mundo é o café. Deixa você mais acordado, melhora o raciocínio e faz bem à saúde, dependendo da quantidade ingerida. Seja nos escritórios, seja no Starbucks, uma xícara de café é sempre bem vinda. No meu caso, é o companheiro do pão de queijo.

O princípio ativo da bebida é a cafeína. O que muitos não sabem é que a cafeína não é exatamente um presente dos Deuses embalado em um grão torrado. É um inseticida, desenvolvido pelo pé-de-café como proteção contra pragas. Os besouros comem e morrem. Tecnicamente, pode ser considerada uma droga que, embora fatal para besouros, não faz mal ao ser humano, que geralmente é um pouco maior.

Se o cafezinho da esquina costuma ter um preço amigo e o do trabalho nem preço tem - eu sou o terror da cantina; já tomei dois copos hoje - existem cafés caríssimos. Esses, são degustados por experts que considerariam um crime qualquer adição de açúcar ou leite. Segundo algumas listas dos "10 mais" que eu andei pesquisando, três tipos estão no topo, não necessariamente na mesma ordem. Dois na lista são brasileiros (informação para fins de curiosidade nacionalista).

 1- Hacienda La Esmeralda, Panamá.
A fazenda está localizada no Monte Baru, em Boquete (você pensou besteira, que eu sei!), Panamá. Os frutos de café ali cultivados são conhecidos como "geisha", cuja semente tem um leve sabor de bergamota. As plantas crescem em solo fértil e úmido, sob a sombra de árvores da floresta tropical, a uma altitude ideal. E os donos fazem uma pesquisa contínua atrás de técnicas de plantio e cultivo a fim de aperfeiçoar e refinar o sabor e o aroma do produto. Resumindo, é o Rolls-Royce em matéria de veneno para besouro.
 
jagunco da fazenda 
Imagino que tal hacienda seja protegida por um exército de jagunço. 

2- Café da Ilha de Santa Helena.
Sabe onde é? Santa Helena e suas dependências - Tristão da Cunha e Ascenção? Fica no meio do Oceano Atlântico, longe da África, da América, da Europa e da Antártida. Era um ponto de abastecimento de navios europeus por volta dos anos 1600-1800 na rota para a Ásia, época em que chegou a ter 9000+ habitantes (humanos). Foi ali que os ingleses deixaram Napoleão Bonaparte de castigo. E o Imperador encantou-se com o café local. A variedade bourbon, com seu leve sabor cítrico e caramelado, foi importada do Iêmen por volta de 1700 e adaptou-se muito bem aos vales daquela ilha isolada. Além do clima particular da ilha, o solo vulcânico, o uso de fertilizantes naturais como o guano - fezes de pássaros marinhos e a água mineral cristalina que desce dos picos da ilha contribuem para a qualidade única do café. Hoje, são cerca de 5000 humanos vivendo em Santa Helena. Todos já visitaram a casa de Napoleão Bonaparte e têm a oportunidade de tomar um dos cafés mais caros do mundo na padaria da esquina.

napoleao em santa helena
Os últimos dias do Imperador, em uma colônia britânica. O café era bom, au moins!

 3- O "Kopi Luwak" do título.
Esse é o café apontado como o mais caro de todos. O melhor dos melhores. E também o mais raro, mesmo se sua origem é bem menos nobre que uma fazenda panamenha ou uma ilha isolada no meio do Atlântico. O "café de civeta", originário da Indonésia, tem esse nome por causa do bichinho que dá início ao processo de otimização do café - a saber, a civeta-das-palmeiras. Com uma aparência que lembra um gato ou uma raposa, esse pequeno mamífero, mais conhecido pelo almíscar produzido em suas glândulas, atua também como produtor de café. Os frutos entram pela porta da frente, os grãos saem pela porta dos fundos junto com os excrementos (vi uma foto; parece uma barra de granola). Então, alguém mal pago para o trabalho, cata o que a civeta largou pelo caminho, separa a parte do bem da parte do mal e após uma leve torreifação, temos o café mais caro e exótico do mundo.

kopi luwak
Luwak kotoran: não é produzido em escala industrial, logo, é para poucos!
-----------------------
 Uma lista para curiosos
-----------------------

quinta-feira, novembro 08, 2012

Agora sim, o mundo acaba!


Recentemente, recebi e-mails com um Power Point falando do fim do mundo, dessa vez com certificado de autenticidade na NASA. Curioso, fui ver do que se tratava.

O evento começa com uma grande tempestade solar que irá bagunçar o campo magnético da Terra e gerar um apagão geral. Descontrolados, os satélites em órbita cairão sobre a nosso planeta. Isso é agora, em dezembro; já desejo Feliz Natal a todos.

nana gouvea no fim do mundo
Nana Gouvêa A-M-A tempestades solares!!!

Aí as coisas ficam meio confusas. Atravessaremos um tal cinturão fotônico e passaremos da era do nêutron para a do fóton. Nesta, tudo que é vivo irá evoluir e seres humanos vão adquirir poderes de X-Men. Mas de início, apenas 15% da população terá esse privilégio. Número bem exato: sabe de tudo, esse pessoal da NASA. Na era do fóton, não haverá doença, maldade, tristeza ou Big Brother. Porém, pelo calendário apresentado (no power point), teremos uma despedida de tudo isso com a Terceira Guerra Mundial – sempre tive a impressão de que a humanidade espera ansiosamente por ela – que irá ocorrer, estranhamente, na última etapa da nossa transformação em fóton, logo, na era da paz. 

age of aquarius hippie
Tudo é lindo, na Nova Era do Fóton
 
Também teremos dias sem luz, mini era do gelo e noites de luz, tudo culpa do tal cinturão. Em 2018 essa bizarrice fotônica passará pelo sol que, como os maias previram, passará a emitir luz azul. Olha... Dá pra engolir algumas coisas dessa apresentação mas... Maia prevendo isso?! Isso seria o cúmulo do vodú brabo e esta civilização teria dominado o mundo, transformando seus opositores em caramujos.

caramujos
 A joder, los conquistadores europeos!!!*

Já os Sumérios, previram a chegada de Heróclubus, um décimo planeta – informação que já está errada, NASA, pois Plutão foi rebaixado para a segundona e agora temos só oito. Enfim... Este seria um planeta gigante e mau, que passa por aqui a cada 13.000 anos e, dessa vez, ira ter uma com Jupiter, transformando o pobre coitado em um sol. Nosso visitante indiscreto deve passar entre Marte e Júpiter, ignorando a existência de um cinturão de asteroides entre os dois. Vai dar merda...

cinturao de asteroides
 SHALL NOT PASS!!!!

A teoria de fim de mundo mais plausível que vi até hoje, vem de um professor de alguma dessas grandes Universidades. Segundo ele, nós seremos os responsáveis pela nossa extinção. Primeiro, porque a taxa de natalidade está caindo vertiginosamente (1,4 filhos por casal, em média, na Europa). Segundo, porque estamos perdendo a nossa capacidade de interagir com pessoas. Tudo é feito por telefone e Internet e praticamente não precisamos sair de casa pra mais nada. Sem sair, deixamos de expandir nosso círculo social o que diminui as chances de um relacionamento que gere herdeiros.**

nerd jogando videogame
 Agora não posso! Estou visitando o Louvre.

...Ou não. Considerando os avanços tecnológicos, do jeito que as coisas andam daqui a uns 20 anos, poderemos muito bem ser fabricados pela Google. Ou pela Apple.


* Os Maias entraram em decadência por volta de 1000-1200 DC, ou seja, nem viram los conquistadores. Mas, se vissem, aposto que iriam caramujá-los.
** Há uma teoria que, de certa forma, contradiz essa, envolvendo o Islã, mas o post ia ficar do tamanho do Heróclubus... 

segunda-feira, novembro 05, 2012

O Senhor das Terras do Rio

Para aqueles que não sabem, as barcas que fazem o transporte entre Rio e Niterói são um serviço excelente. Mas o serviço ficará ainda melhor quando Alexandre Santos Lima, o King Size, assumir o controle das Terras do Rio. Santos Lima aguarda ansiosamente que o problema com a máfia chinesa se resolva, pois causou uma zoação constante em sua vida. Aí, é só a Jumbo Cat reabrir e ele poderá colocar tudo em ordem e legar um Reinado estável e próspero à sua filha Késia Castro Lima...

Alexandre santos lima em SP
Enquanto isso, no Bairro da Liberdade, deixando-se fotografar em um raro momento de desconstração...

Para aqueles que não conhecem o King Size, segue o vídeo onde ele explica tudo:


E para os que aguardam ansiosamente sua ascenção ao poder, o fim da máfia chinesa e a reabertura da Jumbo Cat, segue esta linda música em sua homenagem; samba de enredo da Estação Segunda das Barcas:


(Bestáge, eu sei. Mas eu TINHA que postar essa foto aqui)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...