quinta-feira, novembro 08, 2012

Agora sim, o mundo acaba!


Recentemente, recebi e-mails com um Power Point falando do fim do mundo, dessa vez com certificado de autenticidade na NASA. Curioso, fui ver do que se tratava.

O evento começa com uma grande tempestade solar que irá bagunçar o campo magnético da Terra e gerar um apagão geral. Descontrolados, os satélites em órbita cairão sobre a nosso planeta. Isso é agora, em dezembro; já desejo Feliz Natal a todos.

nana gouvea no fim do mundo
Nana Gouvêa A-M-A tempestades solares!!!

Aí as coisas ficam meio confusas. Atravessaremos um tal cinturão fotônico e passaremos da era do nêutron para a do fóton. Nesta, tudo que é vivo irá evoluir e seres humanos vão adquirir poderes de X-Men. Mas de início, apenas 15% da população terá esse privilégio. Número bem exato: sabe de tudo, esse pessoal da NASA. Na era do fóton, não haverá doença, maldade, tristeza ou Big Brother. Porém, pelo calendário apresentado (no power point), teremos uma despedida de tudo isso com a Terceira Guerra Mundial – sempre tive a impressão de que a humanidade espera ansiosamente por ela – que irá ocorrer, estranhamente, na última etapa da nossa transformação em fóton, logo, na era da paz. 

age of aquarius hippie
Tudo é lindo, na Nova Era do Fóton
 
Também teremos dias sem luz, mini era do gelo e noites de luz, tudo culpa do tal cinturão. Em 2018 essa bizarrice fotônica passará pelo sol que, como os maias previram, passará a emitir luz azul. Olha... Dá pra engolir algumas coisas dessa apresentação mas... Maia prevendo isso?! Isso seria o cúmulo do vodú brabo e esta civilização teria dominado o mundo, transformando seus opositores em caramujos.

caramujos
 A joder, los conquistadores europeos!!!*

Já os Sumérios, previram a chegada de Heróclubus, um décimo planeta – informação que já está errada, NASA, pois Plutão foi rebaixado para a segundona e agora temos só oito. Enfim... Este seria um planeta gigante e mau, que passa por aqui a cada 13.000 anos e, dessa vez, ira ter uma com Jupiter, transformando o pobre coitado em um sol. Nosso visitante indiscreto deve passar entre Marte e Júpiter, ignorando a existência de um cinturão de asteroides entre os dois. Vai dar merda...

cinturao de asteroides
 SHALL NOT PASS!!!!

A teoria de fim de mundo mais plausível que vi até hoje, vem de um professor de alguma dessas grandes Universidades. Segundo ele, nós seremos os responsáveis pela nossa extinção. Primeiro, porque a taxa de natalidade está caindo vertiginosamente (1,4 filhos por casal, em média, na Europa). Segundo, porque estamos perdendo a nossa capacidade de interagir com pessoas. Tudo é feito por telefone e Internet e praticamente não precisamos sair de casa pra mais nada. Sem sair, deixamos de expandir nosso círculo social o que diminui as chances de um relacionamento que gere herdeiros.**

nerd jogando videogame
 Agora não posso! Estou visitando o Louvre.

...Ou não. Considerando os avanços tecnológicos, do jeito que as coisas andam daqui a uns 20 anos, poderemos muito bem ser fabricados pela Google. Ou pela Apple.


* Os Maias entraram em decadência por volta de 1000-1200 DC, ou seja, nem viram los conquistadores. Mas, se vissem, aposto que iriam caramujá-los.
** Há uma teoria que, de certa forma, contradiz essa, envolvendo o Islã, mas o post ia ficar do tamanho do Heróclubus... 

2 comentários:

Ed disse...

Bom, bom. A NASA sabe de tudo mesmo, de travesseiros a fim de mundo. Gostatria de sugerir um tema para um futuro post que me deixou bolado, pesquise sobre seasteading, minerva island e freedonia, hehehe. E nao, nao eh pornografia. Abracos

Dom Rafa disse...

Melhor que a Nasa só o Google. O Google encontra a NASA, mas a NASA não encontra o Google. Seasteading e companhia pode ser um tema interessante sim. Bem como um rancho do Texas (onde mais?) que fe4z coisa parecida. Abraços Ed! =D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...