segunda-feira, dezembro 24, 2012

O Papai Noel brasileiro.

Papai Noel. A origem de um velho barbudo que sai por aí no Natal distribuindo presentes vem do norte da Europa e sua roupa vermelha não é influência da Coca Cola, como muitos acreditam. A entrega de presentes, que alegra as crianças no final de dezembro no frio, escuro, deprimente e nevado inverno do norte europeu já foi responsabilidade de várias entidades. Duendes, Santos e Papais faziam a alegria dos pequenos. 

O Papai Noel como conhecemos no Brasil e em grande parte do mundo, tem na sua roupa vermelha a influência de Sinterklaas. Esse sujeito com nome esquisito é o São Nicolau holandês, que pelo dia 5 de dezembro, sobre um cavalo branco mágico comedor de cenouras, visita as casas deixando presentes. Ainda hoje é muito comum na Bélgica e Holanda e aparece na forma de um bispo com uma barba pontuda vestido de vermelho. 

Já o nome vem de Father Christmas. Pai Natal, como é "impopularmente" chamado. Father Christmas é um velho pagão inglês vestido de verde, com uma coroa de galhos na cabeça e um cajado com folhas. Tecnicamente é um druida, mais interessado em comida e vinho do que em distribuição de presentes.

Porém... Um velho branco, pagão com roupa de bispo morto de frio... Não tem nada a ver com Brasil. A solução para tornar a tradição mais realista foi criar um Papai Noel Brasileiro, com o nome de VOVÔ ÍNDIO. Na época em que o nacionalismo e integralismo ganhavam força, pelos anos 20 e 30, o Papai Noel começou a ser visto com maus olhos e decidiram arrumar um substituto. Filho de uma negra com um índio, criado por uma família branca e ex-escravo, o benevolente Vovô esculpia presentes na madeira e entregava às crianças no Natal. Mas apenas umas poucas crianças e o Getúlio Vargas devem ter recebido presentes de jacarandá, pois a ideia não vingou. O material sobre o bom velhinho dos trópicos é escasso e controverso. Muitos acreditam que o tal Vovô seja uma criação de Monteiro Lobato para políticos nacionalistas. Outras evidências apontam para a simples inexistência de um projeto para essa entidade, já que os integralistas eram conservadores e ligados aos costumes religiosos o que, a rigor, deixariam qualquer entregador de presente - índio ou não - de fora da festa. 

Seja lá como for, feliz Natal a todos. Com Papai Noel mesmo.

vovo indio
Um velho magro, sem barba, sem roupa (segundo as descrições)... Não é exatamente a imagem de um vovô afável. E eu não vejo um desses num shopping posando para fotos...

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...