terça-feira, dezembro 24, 2013

Angry Birds (Raivosos Passarinhos)

Reza a evolução que, um belo dia, os répteis resolveram subir em árvores, pular e bater as patas inutilmente até caírem no chão feito uma jaca podre e virar um amontoado de carniça. Até que de tanto fazer isso, um dia, *pluft!* apareceram plumas e eles começaram a voar. Epic Win, sonho realizado. Nasceram então os pássaros, que são geralmente maiores e mais legais que os insetos e passeiam graciosamente pelo ar. Menos o morcego, que faz tudo isso mas é mamífero, tem um radar e gosta de ficar de cabeça para baixo. Anarquista.
A maioria desses animais não inspira medo. Quando alguém fala "passarinho" ou algo semelhante, ninguém pensa em algo violento ou agressivo. Pensa em um canário, periquito australiano, pombo cheio de doença ou o que for. Mesmo depois do famoso joguinho onde eles assassinam cruelmente porcos verdes para arrancar-lhes o bacon (alguém acha que o motivo é outro???)

Porém... Há pássaros que, sim, são dignos de povoar pesadelos. Os verdadeiros pássaros raivosos. 3 deles são...

1. Picanço, o Conde Drácula.

Parece um pardalzinho inocente da cidade. É um pássaro de porte médio, de aspecto normal e garras fortes o bastante para agarrar suas presas já que, como era de se esperar, trata-se de uma ave predatória. O quão predatória? MUITO predatória. Extremamente agressivo, territorialista e antissocial. Não gosta muito de outros da espécie passando pelo seu perímetro, a não ser no período de acasalamento. O picanço é discípulo de Drácula. Para quem não conhece a história, "Drácula" vem de Vlad Dracul, o Príncipe da Valácia. Conhecido pelas batalhas de independência contra o império Otomano e luta contra o expansionismo muçulmano na Romênia e Moldávia, tinha o costume de empalar seus prisioneiros de guerra em estacas e tomar café da manhã no jardim vendo-os agonizar até a morte. É justamente isso que o passarinho com ar inocente faz. Suas vítimas, pequenos mamíferos e anfíbios são capturados e logo transformados em shish kebab no primeiro galho que possa servir de espeto. Uma vez espetado, é devorado calmamente, ou deixado para o lanche no dia seguinte. Até hoje não há relatos de vítimas humanas.

picanco
Fica aí quietinha que já já eu vou te comer...

2. Quero-quero, sempre atrás de você. Literalmente.

Quero-quero é um belo pássaro que fica exposto em campos abertos enquanto muitos outros buscam abrigo no topo das árvores. Fazem o ninho ali no chão mesmo, sem nenhuma cerimônia. Isso porque não estão nem aí e não precisam se esconder de nada. Seu nome vem do canto, que segundo alguns, lembra o som que "quero quero". E ele quer quer ver a caveira do infeliz que, por descuido, adentre seu campo minado (de ovos e filhotes). Quando eles começarem a gritar "Quero Quero", comece a se preocupar. Fique parado e recue lentamente. Não vá em frente, e não "queira" enfrentar os bichos. Se um levantar vôo, reze e corra. Provavelmente serão mais de um, te atacando por trás e gritando na sua orelha de forma ameaçadora. Além da agressividade, ele possui dois esporões afiados na ponta de cada asa e atacam em bando aves de porte bem maior. Com certeza não pensariam duas vezem em empalar qualquer picanço que aparecesse.

quero quero e sua caveira
All your bases are belong to us!

3. Casuar, o Casuar.

Não tenho conhecimento de nenhuma outra ave tão perigosa quanto um casuar. Parece uma ema de cara azulada e expressão irritada com um chifre na testa, querendo ser o único unicórnio entre os pássaros. Não voa, assim como os pobres e mais inofensivos kiwis e dodos (que estejam em paz). Mas é o mais próximo de um velociraptor que temos hoje. O conjunto chifre, velocidade, força, raiva e garras pesadas, assustadoras e afiadas fazem dele o tanque de guerra ceifador de vidas entre os pássaros. E o casuar nutre um ódio particular por humanos. O picanço não vai te empalar, você pode fugir do quero-quero... Mas aqui é outra história. Se o casuar encrencar com você, pode dar adeus à vida. Ele corre mais. Ele é mais ágil, E ele pode te arremessar longe com um chute. Ou rasgar sua barriga com as garras. Assim como todo os seres demoníacos da Terra, resolveu morar na Austrália...

casuar assassino
"Humanos"? Eu ouvi alguém dizer "baratas"?

Um comentário:

Nayara Torres disse...

Nunca gostei de pássaros desde o dia em que um resolveu entrar brutalmente no meu quarto batendo as asas que nem louco e rodando no meu teto. Meu sonho naquele momento era que o ventilador atingisse ele. Eu gritei, os meus pais chegaram lá e desligaram o ventilador para que 'não atingisse' ele, o que me deixou meio frustrada.
Depois dessa pequena experiência, experimentei ser bicada por um papagaio, não foi nada legal e foi ai que decidi me manter mais afastada desses bichos, nunca se sabe o que uma criatura com asas pode fazer.

Adorei o post :)
Bjs!
Chá das 22

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...